Quando surgiu a maquiagem no mundo?

Atualizado: Mar 3

Você sabia que quando maquiagem surgiu no mundo não era específica para as mulheres e seu principal intuito não era o embelezamento?

Fonte: Google Imagens

Os registros históricos encontrados no Egito antigo datam por volta de 3000 A.C, um dos primeiros produtos catalogados foi o Kohl, uma espécie de cera preta usada para delinear os olhos, e ainda hoje pode ser encontrado em algumas marcas de maquiagem, digamos que foi antecessor do nosso lápis preto ou delineador em gel.

A maquiagem já passou por muitos altos e baixos ao longo da história, sendo considerada até um pecado pela igreja na Idade Média.

O Kohl também era usado como sombra, corretor de sobrancelhas e para escurecer os cílios tanto pelos homens quanto pelas mulheres.


Alguns anos mais tarde a maquiagem cosmética começou a ser desenvolvida na Europa, Grécia e Roma antiga. Nesta época a sociedade era controlada pela igreja e a instituição tinha tanto poder sobre as pessoas que sua voz falou mais alto que a vaidade, foi quando então a maquiagem foi abandonada em todo o continente Europeu. Neste período o uso da maquiagem era restrita aos reis e à nobreza, que era principalmente adepta ao pó-de-arroz e ceras coloridas que serviam para colorir os lábios e bochechas.


Porém no século XVII a maquiagem ressurgiu sendo fabricada na Itália e França, as pessoas de posses da época utilizavam pedras preciosas e pó de ouro em sua maquiagem.

Fonte: Google Imagens

A esta altura os pigmentos eram derivados de pétalas de flor, vegetais e minerais, a maioria pós que eram diluídos em óleos para que fosse possível aplicá-los ao rosto, um dos exemplos mais curiosos é o corante de cochonilha, um corante vermelho que é obtido através de um inseto originário da América Central, México e Peru que produz o pigmento conhecido como carmim, que era usado para colorir os lábios e o rosto e até hoje é usado na indústria cosmética e alimentícia em bolos, sucos, sorvetes, sombras, sabonetes, etc. O corante de carmim como é chamado utilizado no Brasil vem do Peru.


Uma grande curiosidade é que nesta época a maquiagem era muito primária, os seus ingredientes não eram adequados à pele, muitos possuíam chumbo, mercúrio, cinzas, casca de árvores queimadas, ou seja, muitos extremamente tóxicos, o que causava envelhecimento e adoecimento da pele, por isso até hoje muita gente ainda acredita que a maquiagem envelhece. (Na verdade a maquiagem que encontramos atualmente ao contrário do que se pensa, trata a pele pois possui substâncias dermatologicamente aprovadas e que curam a pele enquanto embelezam.)


Foi somente então que no século XVIII que a maquiagem começou a se tornar acessível à população, porém ainda com restrições em alguns países. No Reino Unido, por exemplo, mulheres mais conservadoras evitavam usá-la pois a maquiagem era associada ao comportamento vulgar, essa imagem preconceituosa por parte dos ingleses e também dos americanos da época só começou a mudar no início da década de 1920, libertando então a maquiagem para se tornar artigo de cuidados pessoais beleza e bem estar ao redor do mundo.

A maquiagem está ligada à auto-estima, segurança e bem estar, tem o poder de esconder imperfeições, realçar e revelar a beleza, transformar ou até mesmo desconfigurar a expressão caso seja feita de forma equivocada, por isso deve ser usada com conhecimento técnico para que agregue o resultado esperado e não cause danos à pele, à imagem ou à saúde do usuário.


#quandosurgiuamaquiagemnomundo #quandoamaquiagemsurgiu #historiadamaquiagem #maquiagemprofissional #raphaeloliverblog #blogdoraphaeloliver #raphaeloliver


© 2020 RAPHAEL OLIVER  Beauty, All Rights Reserved. |  São Paulo, Brazil.